Acid e CDL orientam consumidores para o consumo

 

A Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de Divinópolis (Acid) e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Divinópolis (CDL), iniciaram nesta quarta-feira (20) a campanha do comércio legal.

São poucos os consumidores que têm conhecimento do que significa para o município a importância de se comprar do comércio legal. São vários os benefícios que são revertidos para o próprio município gerando investimento nas áreas de educação, saúde e segurança. Além disso, propicia a oferta de trabalho formal.

Muitas vezes, o consumidor se sente atraído por preços baixos. Por trás disso, pode estar o contrabando de mercadorias e a falsificação, configurando crime tanto para quem vende como para quem compra. Em situações críticas, podem ser detectados produtos armazenados sem higiene, fora do prazo de validade, produtos ilegais, entre outras.

Quando o comércio é legal, a empresa emite nota fiscal e dá provas de que ela paga os tributos de forma correta, gerando a confiança para os fornecedores e clientes de um negócio.

De posse da nota fiscal, o consumidor tem o direito de exigir a substituição de um produto, no caso de defeito da mercadoria adquirida, restituição da quantia paga ou abatimento proporcional do preço.

Apesar dos preços atrativos que os comerciantes ilegais oferecem, ao fechar negócios com eles, o consumidor deixa de contribuir para o desenvolvimento econômico e social do município.

A campanha da Acid e CDL Divinópolis tem o propósito de orientar o consumidor para a compra consciente fazendo suas compras em estabelecimentos legalizados. Corroborando com essa atitude, as entidades apoiam a fiscalização do comércio nas ruas junto à Prefeitura de Divinópolis. Por isso, orienta os consumidores a adquirirem somente produtos de lojas e comércios ambulantes que possuem alvará de funcionamento e localização e alvará da Vigilância Sanitária. Há, também, a preocupação com a acessibilidade e conforto para os pedestres, devendo os ambulantes legais se instalarem em lugares autorizados. Por meio da fiscalização, será possível garantir que apenas produtos fiscalizados e seguros para o consumo sejam comercializados nas ruas.

Para que possamos ter o comércio legal e ver Divinópolis crescer é preciso nos educar enquanto consumidores conscientes.

 .

.